SISTEMA DE CONDOMÍNIOS

Serviços - Como abrir minha Empresa

Legalizamos atividades empresarias por intermédio de consultas de viabilidade na Junta Comercial do Estado, Prefeituras, e outros órgãos fiscalizadores em prazos eficientemente curtos, sem a necessidade do empresário (a) precisar se deslocar em nenhum momento, para quaisquer órgãos de âmbito municipal, estadual ou federal.
Para abrir uma empresa, além de alguns dados que é necessário informar, o interessado necessita dispor de documentos pessoais de maneira regular, e se dirigir até o escritório para dar continuidade na abertura. Na impossibilidade ou falta de tempo de se locomover até o escritório, dispomos de funcionários treinados e habilitados para buscar tais documentos no domicilio do cliente.
Em seguida:

Passo 1 – Definição da natureza comercial e jurídica

Natureza comercial: Prestação de serviços, comércio ou indústria.
Natureza jurídica: Sociedade Limitada, Sociedade Anônima, Cooperativa, Associação, Empresário individual, etc.

Passo 2 – Consultas: de imóvel, nome da empresa e sócios

É importante consultar junto à prefeitura da sua cidade se no imóvel pretendido pode ser utilizado para os fins desejados. Para isso, solicite ao proprietário do imóvel ou a imobiliária, cópia do Habite-se e do carnê do IPTU.
Com relação ao nome da empresa, é feito uma pesquisa na Junta Comercial, com a indicação de três opções de nomes, para fins de verificação se pelo menos um deles esteja disponível e seja aprovado. Conforme determina a lei em vigor no País, não pode haver colidência de nomes empresariais, ou seja, empresas com o mesmo nome atuando numa determinada região, independentemente da atividade comercial ou prestação se serviços.
Na existência de um ou mais sócios, é importante verificar a situação fiscal e tributária de cada um deles, para evitar surpresas futuras. Nestes casos, se faz necessário fazer consultas prévias na Receita Federal, Estadual e Municipal, e até na Junta Comercial.

Passo 3 – Registro do Contrato Social

Após as consultas, deve-se proceder a elaboração e confecção do Contrato Social, para finalizar com o devido registro e obtenção simultânea do CNPJ/MF, graças ao convênio existente entre a Junta Comercial e a Receita Federal do Brasil.

Passo 4 – Inscrição Estadual

Algumas empresas, devido às suas atividades são isentas da Inscrição Estadual, principalmente as de prestação de serviços.

Passo 5 – Inscrição Municipal (Alvará)

Lembre-se de que toda empresa é obrigada a obter a Inscrição Municipal (Alvará) na cidade onde a mesma será instalada. Vale lembrar que os procedimentos para a inscrição variam conforme a legislação de cada município.

Passo 6 – Cadastro em outros órgãos

Se for necessário é feito o cadastro em outros órgãos como Vigilância Sanitária, CREA, entre outros.

Passo 7 – Registro no Sindicato

Sempre é importante atentar para este detalhe. Cada atividade empresarial possui a sua representação sindical, principalmente quando da existência de funcionários na empresa.